Casamento Uberlândia

Marina e Neuber

Criada na religião católica,  meu sonho sempre foi me casar com um "José". Em minhas orações pedia para que Deus realizasse o sonho que colocou em meu ❤.

Todos os dias antes de dormir eu rezava para que Deus cuidasse dele e que nossos caminhos logo se encontrassem.

Em um sábado de dezembro, chegando na missa, vi um rapaz desconhecido na igreja. A igreja é pequena, comunidade local em que todos se conhecem. Aquele rapaz  chamou minha atenção. No momento da comunhão nossos olhares se encontraram e de forma divina, como se Deus sussurrasse em meu ouvido, eu soube que ele era o meu José! Não tive dúvidas! Assim que a missa terminou, mandei uma mensagem para minhas amigas: "achei o grande amor da minha vida!"

Nos sábados seguintes ele estava lá. A cada vez que o via meu coração enchia de certeza. Até que pedi à São José: "Se ele for de fato meu José, que ele converse comigo!". Meia hora depois do meu pedido, quando a missa terminou, ele veio até mim e perguntou meu nome. Uma aproximação natural e leve, como tudo que vem de Deus, foi acontecendo.

Durante as conversas fomos percebemos o quanto tínhamos em comum, o quanto nossas histórias se completavam, nossos ideais, anseios e desejos. Era ele! Iniciamos o namoro na certeza de que Deus estava realizando em nós grandes obras.

3 anos depois nos unimos em matrimônio, nosso tão esperado e desejado sonho! Olhando para o Neuber Antonio, meu José, consigo enxergar a graça de Deus em minha vida. Desejamos que nossa família seja a expressão genuína do amor ao próximo!

Deus não atendeu meus pedidos. Ele foi além, além de tudo que um dia sonhei e desejei.

Deus prometeu, Deus cumpriu.