Pré Wedding Solar dos Ipês

Vitória e Jônathas

É sempre maravilhoso quando paro para refletir sobre nós, apesar de opostos em nossas personalidades, somos quase iguais em nossos gostos, sempre onde estamos tem música, seja sendo reproduzida ou conosco tocando, cantando, e principalmente louvando a Deus. Inclusive a primeira vez que nos notamos foi na igreja, justamente emprestando para ela uma palheta… Adivinha para quê? Justamente para que ela tocasse violão e cantasse.


Hoje eu não consigo imaginar qual poderia ser outra forma melhor para que nos conhecêssemos. O mais engraçado é que no dia se alguém contasse pra nós que estaríamos prestes a casar, talvez nós não acreditaríamos na época, mas Deus sempre sabe o que é melhor para nós. Quase um ano depois que eu emprestei aquela paleta

para ela, recebi um “oi” no facebook e começamos a conversar, a partir daí comecei a conhecê-la melhor e a notar que a estonteante beleza que ela tem não é a sua maior da qualidade, descobri que além de linda, possui empatia, é cuidadosa, confiável e educada.


Com essas conversas leves, descontraídas e divertidas, no dia 10 de fevereiro de 2019 fiz o pedido de namoro aos pais dela(à moda antiga), dois anos e cinco meses depois fiz o pedido de casamento (sem a menor dúvida a melhor decisão que já tomei na minha vida).


É difícil resumir tudo o que vivemos, os desafios que enfrentamos, as alegrias que compartilhamos, a bênçãos que recebemos. Acho que apesar desses 3 anos que estamos juntos, temos muito para vivenciar, aprender, crescer e melhorar. O mais importante nós já temos, Deus, o amor um pelo outro, a vontade de se ajudar, de se doar um pelo outro, e seguirmos juntos tocando e cantando até o fim das nossas vidas.


Que venha o melhor dia de nossas vidas 23/07 ❤️